Espiritismo

https://blogoliviaespirita.blogspot.com.br/2016/08/espiritismo-tem-dogmas-o-espiritismo.html



http://www.institutoandreluiz.org/espiritismo.html



O QUE É ESPIRITISMO?



É o conjunto de princípios e leis, revelados pelos Espíritos Superiores, contidos nas obras de Allan Kardec que constituem a Codificação Espírita:



O Livro dos Espíritos,

O Livro dos Médiuns,

O Evangelho segundo o Espiritismo,

O Céu e o Inferno e A Gênese.



“O Espiritismo é uma ciência que trata da natureza, origem e destino dos Espíritos, bem como de suas relações com o mundo corporal.”



Allan Kardec (O que é o Espiritismo – Preâmbulo)



“O Espiritismo realiza o que Jesus disse do Consolador prometido:

conhecimento das coisas, fazendo que o homem saiba donde vem, para onde vai e por que está na Terra; atrai para os verdadeiros princípios da lei de Deus e consola pela fé e pela esperança.”



Allan Kardec (O Evangelho segundo o Espiritismo

– cap. VI – 4).



O QUE REVELA:

Revela conceitos novos e mais aprofundados a respeito de Deus, do Universo, dos Homens, dos Espíritos e das Leis que regem a vida.
Revela, ainda, o que somos, de onde viemos, para onde vamos, qual o objetivo da nossa existência e qual a razão da dor e do sofrimento.




SUA ABRANGÊNCIA:
Trazendo conceitos novos sobre o homem e tudo o que o cerca, o Espiritismo toca em todas as áreas do conhecimento, das atividades e do comportamento humanos, abrindo uma nova era para a regeneração da Humanidade.
Pode e deve ser estudado, analisado e praticado em todos os aspectos fundamentais da vida, tais como: científico, filosófico, religioso, ético, moral, educacional, social.




SEUS ENSINOS FUNDAMENTAIS:
Deus é a inteligência suprema, causa primeira de todas as coisas. é eterno, imutável, imaterial, único, onipotente, soberanamente justo e bom.




O Universo é criação de Deus. Abrange todos os seres racionais e irracionais, animados e inanimados, materiais e imateriais.



Além do mundo corporal, habitação dos Espíritos encarnados, que são os homens, existe o mundo espiritual, habitação dos Espíritos desencarnados.



No Universo há outros mundos habitados, com seres de diferentes graus de evolução: iguais, mais evoluídos e menos evoluídos que os homens.
Todas as leis da Natureza são leis divinas, pois que Deus é o seu autor.




Abrangem tanto as leis físicas como as leis morais.
O homem é um Espírito encarnado em um corpo material.




O perispírito é o corpo semimaterial que une o Espírito ao corpo material.



Os Espíritos são os seres inteligentes da criação. Constituem o mundo dos Espíritos, que preexiste e sobrevive a tudo.
Os Espíritos são criados simples e ignorantes. Evoluem, intelectual e moralmente, passando de uma ordem inferior para outra mais elevada, até a perfeição, onde gozam de inalterável felicidade.




Os Espíritos preservam sua individualidade, antes, durante e depois de cada encarnação.
Os Espíritos reencarnam tantas vezes quantas forem necessárias ao seu próprio aprimoramento.
Os Espíritos evoluem sempre. Em suas múltiplas existências corpóreas podem estacionar, mas nunca regridem. A rapidez do seu progresso intelectual e moral depende dos esforços que façam para chegar à perfeição.


Os Espíritos pertencem a diferentes ordens, conforme o grau de perfeição que tenham alcançado: Espíritos Puros, que atingiram a perfeição máxima;

Bons Espíritos, nos quais o desejo do bem é o que predomina;

Espíritos Imperfeitos, caracterizados pela ignorância, pelo desejo do mal e pelas paixões inferiores.
As relações dos Espíritos com os homens são constantes e sempre existiram.


Os bons Espíritos nos atraem para o bem, sustentam-nos nas provas da vida e nos ajudam a suportá-las com coragem e resignação.

Os imperfeitos nos induzem ao erro.



Jesus é o guia e modelo para toda a Humanidade.



E a Doutrina que ensinou e exemplificou é a expressão mais pura da Lei de Deus.

A moral do Cristo, contida no Evangelho, é o roteiro para a evolução segura de todos os homens, e a sua prática é a solução para todos os problemas humanos e o objetivo a ser atingido pela Humanidade.

O homem tem o livre-arbítrio para agir, mas responde pelas conseqüências de suas ações.
A vida futura reserva aos homens penas e gozos compatíveis com o procedimento de respeito ou não à Lei de Deus.




A prece é um ato de adoração a Deus. Está na lei natural e é o resultado de um sentimento inato no homem, assim como é inata a idéia da existência do Criador.
A prece torna melhor o homem. Aquele que ora com fervor e confiança se faz mais forte contra as tentações do mal e Deus lhe envia bons Espíritos para assisti-lo. é este um socorro que jamais se lhe recusa, quando pedido com sinceridade.




(Fonte: FEB e SobreSites)






Pesquisar este blog

Rádio Bom Espírito

Rádio Bom Espírito
24 horas por dia uma programação exclusivamente espírita para todos vocês.

Arquivo do blog

Role a barra

ROLE A BARRA PARA VER TODAS AS PUBLICAÇÕES


Tradutor Google

BEM VINDOS À ÊSSE BLOG

BEM VINDOS À ESSE BLOG


Kardec diz:


"Conhece-se o verdadeiro espíríta pela sua transformação moral e pelo esforço que emprega para domar suas más inclinações"


Seja Bem Vindo!



"Para mim, as diferentes religiões são lindas flores, provenientes do mesmo jardim.

Ou são ramos da mesma árvore majestosa.
Portanto, são todas verdadeiras."

Mahatma Gandhi








terça-feira, 30 de novembro de 2010

COM JESUS

 
COM JESUS
A renúncia será um privilégio para você.
O sofrimento glorificará sua vida.
A prova dilatará seus poderes.
O trabalho constituirá título de confiança em seu caminho.
O sacrifício sublimará seus impulsos.
A enfermidade do corpo será remédio salutar para a sua alma.
A calúnia lhe honrará a tarefa.
A perseguição será motivo para que você abençoe a muitos.
A angústia purificará suas esperanças.
O mal convocará seu espírito à prática do bem.
O ódio desafiar-lhe-á o coração aos testemunhos de amor.
A Terra, com os seus contrastes e renovações incessantes, representará bendita escola de aprimoramento individual, em cujas lições purificadoras deixará você o egoísmo para sempre esmagado.

(AGENDA CRISTÃ, 39, FCXavier, FEB)
 

Francisco: O Sol de Assis - Nazareno Feitosa

Francisco: O Sol de Assis - Nazareno Feitosa from Fernanda Santos on Vimeo.

Jesus, Sábio e Filósofo da Humanidade - Nazareno Feitosa (1:04:36)

Jesus, Sábio e Filósofo da Humanidade - Nazareno Feitosa from nazarenofeitosa on Vimeo.

BLOG OLÍVIA ESPÍRITA: Em Defesa da Vida

BLOG OLÍVIA ESPÍRITA: Em Defesa da Vida: "Em Defesa da Vida Os três funcionários daquela seção já não eram apenas colegas de trabalho, eram bons amigos.A senhora que ocupava o ca..."

Em Defesa da Vida

Em Defesa da Vida

Os três funcionários daquela seção já não eram apenas colegas de trabalho, eram bons amigos.
A senhora que ocupava o cargo de chefia era uma espécie de mãe para os dois rapazes que dividiam com ela as atividades diárias.
O horário de expediente não era próprio para intensificar a amizade, e o tempo do cafezinho era curto para travar uma conversa mais demorada. Por essa razão, o moço Ronaldo, já casado, convidou o amigo para visitar sua casa.
Raul, o jovem solteiro, passou a freqüentar o lar do colega e os laços do afeto se estreitaram também com sua jovem esposa.
Passado algum tempo, o casal comemorava o nascimento da primeira filha.
A alegria tomou conta daquele lar com a chegada da pequena Ana Cláudia.
O tempo passou e um dia Ronaldo chegou ao trabalho cabisbaixo, o que não passou despercebido ao amigo, sempre atencioso e sensível.
“O que está acontecendo, meu amigo?” - Perguntou Raul.
Ronaldo disse-lhe que algo o estava preocupando muito, mas agora não era o momento para falar no assunto.
Naquele dia ele convidou Raul para tomar o cafezinho, alguns minutos antes. Precisava desabafar.
Mal se sentaram à mesa e Ronaldo disse ao amigo: “Você sabe que minha filha acaba de fazer dez meses e minha esposa está grávida outra vez?”
Não deu tempo para o amigo se manifestar e completou, aborrecido: “Mas eu não vou aceitar esse filho. Já marcamos o aborto para amanhã cedo. Vamos tirar a criança.”
Raul sentiu como se o chão lhe faltasse sob os pés. Como cristão, não conseguia entender como um pai e uma mãe tinham coragem de cometer um crime desses.
Ronaldo continuou suas justificativas dizendo: “Não dá para aceitar um filho logo em seguida do outro. Nossa menina está com apenas 10 meses...“
Raul agora entendera melhor as razões do amigo e perguntou com sincera vontade de obter uma resposta séria: “Mas, e por que você deseja matar seu filho?”
A pergunta caiu como uma bomba no coração de Ronaldo. Ele ainda não havia pensado na gravidade da situação.
Pensara em aborto, mas não no que ele representa: um homicídio.
Raul ainda lhe fez mais uma pergunta:
“E se sua filha vier a falecer, como ficarão as coisas?”
Ronaldo ficou desconcertado, abaixou a cabeça, terminou de tomar seu café e voltaram, ambos, para o trabalho.
Raul tinha atividades no seu Templo religioso e como a reencarnação é parte das suas convicções, rogou com fervor a Deus para que salvasse aquela criança.
No dia imediato os dois chegaram à seção, no período da tarde, pois trabalhavam só meio expediente, mas Raul não teve coragem de perguntar nada ao amigo. Temia pela resposta.
Ronaldo tomou a iniciativa, dizendo: “Minha esposa e eu não conseguimos dormir esta noite...”
O coração do amigo bateu acelerado..., mas não falou nada.
Logo Ronaldo concluiu: “Resolvemos deixar que venha mais um...”
Raul explodiu em lágrimas de profunda alegria e alguns meses depois estava na festa de um ano de Ana Paula, a segunda filha do casal, contemplando, feliz, o paizão exibindo as duas meninas, uma em cada braço.
O tempo passou e um dia, após retornar de breve viagem, Raul não encontrou o amigo na repartição, e quis saber o que havia acontecido.
A chefe lhe falou: “Então você ainda não sabe?”
“Não, me diga o que houve, por favor.” E a notícia lhe abalou novamente a estrutura ao ouvir a resposta:
“A filha mais velha do Ronaldo morreu.”
Raul dirigiu-se imediatamente para o lar dos amigos para encontrar o casal em profunda tristeza.
Ronaldo, que chorava discretamente com a filha adormecida em seu colo, disse com profunda dor ao amigo:
“Quero lhe agradecer por ter salvado minha vida. Sim, porque se você não tivesse evitado que eu matasse Ana Paula, a essa hora eu já teria matado a mim, movido pelo remorso e pelo desespero.”
Os amigos se abraçaram e choraram juntos por algum tempo. Mas Raul não esqueceu de agradecer a Deus por ter atendido às suas preces, poupando a vida daquela criança, que agora dormia, serena, no colo do pai, que um dia havia pensado em matá-la, no ventre da mãe.

Equipe de Redação do Momento Espírita. Mensagem baseada em história contada por Raul Teixeira em palestra na Comunhão Espírita Cristã de Curitiba-PR, no dia 11/04/02.

* * * Estude Kardec * * *

BLOG OLÍVIA ESPÍRITA: "MEDICINA RECONHECE "OBSESSÃO ESPIRITUAL"

BLOG OLÍVIA ESPÍRITA: "MEDICINA RECONHECE "OBSESSÃO ESPIRITUAL": "Uma nova postura da medicina frente aos desafios da espiritualidade A palestra sobre a glândula pineal do Dr. Sérgio Felipe de Oliveira..."

"MEDICINA RECONHECE "OBSESSÃO ESPIRITUAL"


Uma nova postura da medicina frente aos desafios da espiritualidade


A palestra sobre a glândula pineal do Dr. Sérgio Felipe de Oliveira, médico que coordena a cadeira de Medicina e Espiritualidade na USP, estabelece a obsessão espiritual como doença da alma, reconhecida pela Medicina. 
O médico afirma que em artigos anteriores, escreveu que a obsessão espiritual, na qualidade de doença da alma, ainda não era catalogada nos compêndios da Medicina, por esta se estruturar numa visão cartesiana, puramente organicista do ser e, com isso, não levava em consideração a existência da alma, do espírito.
 
No entanto, o médico vem retificar e atualizar os leitores de meus artigos, pois desde 1998, a Organização Mundial da Saúde (OMS) incluiu o bem-estar espiritual como uma das definições de saúde, ao lado do aspecto físico, mental e social. Antes, a OMS definia saúde como o estado de completo bem-estar biológico, psicológico e social do ser humano e desconsiderava o bem estar espiritual, isto é, o sofrimento da alma; tinha, portanto, uma visão reducionista, organicista da natureza humana, não a vendo em sua totalidade: mente, corpo e espírito.

Mas, após a data mencionada acima, ela passou a definir saúde como o estado de completo bem-estar do ser humano integral: biológico, psicológico e espiritual. 
Desta forma, a obsessão espiritual oficialmente passou a ser conhecida na Medicina como possessão e estado de transe, que é um item do CID -O Código 
Internacional de Doenças- que permite o diagnóstico da interferência espiritual Obsessora.

O CID 10, item F.44.3 - Define estado de transe e possessão como a perda transitória da identidade com manutenção de consciência do meio-ambiente, fazendo a distinção entre os normais, ou seja, os que acontecem por incorporação ou atuação dos espíritos, dos que são patológicos, provocados por doença. 

Os casos, por exemplo, em que a pessoa entra em transe durante os cultos religiosos e sessões mediúnicas não são considerados doença. 

Neste aspecto, a alucinação é um sintoma que pode surgir tanto nos transtornos mentais psiquiátricos -nesse caso, seria uma doença, um transtorno dissociativo psicótico ou o que popularmente se chama de loucura- bem como na interferência de um ser desencarnado , a Obsessão espiritual. Portanto, a Psiquiatria já faz a distinção entre o estado de transe normal e o dos psicóticos que seriam anormais ou doentios. 
 
O manual de estatística de desordens mentais da Associação Americana de Psiquiatria - DSM IV - alerta que o médico deve tomar cuidado para não diagnosticar de forma equivocada como alucinação ou psicose, casos de pessoas de determinadas comunidades religiosas que dizem ver ou ouvir espíritos de pessoas mortas, porque isso pode não significar uma alucinação ou loucura..
 
Na Faculdade de Medicina DA USP, o Dr. Sérgio Felipe de Oliveira, médico, coordena a cadeira (hoje obrigatória) de Medicina e Espiritualidade.
Na Psicologia, Carl Gustav Jung, discípulo de Freud, estudou o caso de Uma médium que recebia espíritos por incorporação nas sessões espíritas.

Na prática, embora o Código Internacional de Doenças (CID) seja conhecido no mundo todo, lamentavelmente o que se percebe ainda é muitos médicos rotularem todas as pessoas que dizem ouvir vozes ou ver espíritos como psicóticas e tratam-nas com medicamentos pesados pelo resto de suas vidas. Em minha prática clínica, (também praticada por Ian Stevenson) a grande maioria dos pacientes, são rotulados pelos psiquiatras de "psicóticos" por ouvirem vozes (clariaudiência) ou verem espíritos (clarividência), na verdade, são médiuns com desequilíbrio mediúnico e não com um desequilíbrio mental, psiquiátrico. 
(Muitos desses pacientes poderiam se curar a partir do momento que tivermos uma Medicina que leva em consideração o ser integral).

Portanto, a obsessão espiritual como uma enfermidade da alma, merece ser estudada de forma séria e aprofundada para que possamos melhorar a qualidade de vida do enfermo.

Texto de Osvaldo Shimoda 
Palestra Completa Glândula Pineal - Dr. Sérgio Felipe de Oliveira 


Videos da palestra do Dr. Sergio Felipe de Oliveira

segunda-feira, 29 de novembro de 2010

Lançamento de Livro no IEBM

Lançamento de Livro no IEBM
Caros amigos, os confrades do I.E.B.M. - Instituto Espírita Brzerra de Menezes estão convidando a todos para o lançamento do Livro conforme segue.
O IEBM convida para a palestra, lançamento e momento de autógrafos do livro: "Morreram e voltaram para contar", que será relizado no dia 02/12/2010, terça-feira, às 15h, no salão Paulo de Tarso, em nossa sede, situada à Rua Cel. Gomes Machado, 140, 5º andar, Centro, Niterói.

Contamos com a presença de todos, divulgue!

Fraternalmente,

Equipe IEBM


Franciusco Rebouças

NAS ORAÇÕES DE NATAL

Rememorando o Natal, lembramo-nos de que Jesus é o Suprimento Divino à Necessidade Humana.
Para o Sofrimento, é o Consolo;
Para a Aflição, é a Esperança;
Para a Tristeza, é o Bom Ânimo;
Para o Desespero, é a Fé Viva;
Para o Desequilíbrio, é o Reajuste;
Para o Orgulho, é a Humildade;
Para a Violência, é a Tolerância;
Para a Vaidade, é a Singeleza;
Para a Ofensa, é a Compreensão;
Para a discórdia, é a Paz;
Para o egoísmo, é a Renúncia;
Para a ambição, é o Sacrifício;
Para a Ignorância, é o Esclarecimento;
Para a Inconformação, é a Serenidade;
Para a Dor, é a Paciência;
Para a Angústia, é o Bálsamo;
Para a Ilusão, é a Verdade;
Para a Morte, é a Ressurreição.
Se nos propomos, assim, aceitar o Cristo por Mestre e Senhor de nossos caminhos, é imprescindível recordar que o seu Apostolado não veio para os sãos e, sim, para os antigos doentes da Terra, entre os quais nos alistamos...
Buscando, pois, acompanhá-lo e servi-lo, façamos de nosso coração uma luz que possa inflamar-se ao toque de seu infinito amor, cada dia, a fim de que nossa tarefa ilumine com Ele a milenária estrada de nossas experiências, expulsando as sombras de nossos velhos enganos e despertando-nos o espírito para a glória
imperecível da Vida Eterna.

(Do livro "Os Dois Maiores Amores" - Francisco C. Xavier - Autores Diversos)

O Testamento de Um Mendigo-pps (EMOCIONANTE! )

* O testamento do mendigo.pps

Canção de Natal

Era a véspera de Natal do ano de 1818. Em Hallein, nos Alpes austríacos, o padre Joseph Mohr lia a Bíblia.
Quando se detinha nos versículos que se referiam às palavras do visitante celeste aos pastores de Belém: Eis que vos trago uma boa nova, que será de grande alegria para todo o povo: hoje nasceu o Messias, o Esperado..., bateram à porta.
Uma camponesa pedia que fosse abençoar o filho de uns pobres carvoeiros, que acabara de nascer. O padre colocou as botas de neve, vestiu seu abrigo. Atravessou o bosque, subiu a montanha.
Em pobre cabana de dois cômodos, cheia de fumaça do fogão, encontrou uma mulher com seu filho nos braços. A criança dormia.
O padre Mohr deu sua bênção ao pequeno e à mãe. Uma estranha emoção começou a tomar conta dele. A cabana não era o estábulo de Belém, mas lhe fazia lembrar o nascimento de Jesus.
Ao descer a montanha, de retorno à paróquia, as palavras do Evangelho pareciam ecoar em sua alma.
Aproximando-se da aldeia, pôde observar os archotes que brilhavam na noite, disputando seu brilho com o das estrelas.
Era o povo que seguia para a igreja, a fim de celebrar, ali, em oração, o aniversário do Divino menino. A milenária promessa de paz vibrava no silêncio do bosque e no brilho das estrelas.
Padre Mohr não conseguiu dormir naquela noite. Febricitante, ergueu-se do leito, tomou da pena e escreveu um poema, externando o que lhe ía na alma.
Pela manhã procurou o maestro Franz Gruber, seu amigo. Mostrou-lhe os versos.
O maestro leu o poema e disse, entusiasmado: Padre, esta é a canção de Natal de que necessitamos!
Compôs a música para duas vozes e guitarra, porque o órgão da igreja, o único na localidade, estava estragado.
No dia de Natal de 1818, as crianças se reuniram, debaixo da janela da casa paroquial, para ouvir o padre Mohr e o maestro Gruber cantar.
Era diferente de tudo quanto haviam escutado. Noite de paz, noite de amor...
Dias depois, chegou ao povoado o consertador de órgão. Consertado o instrumento da igreja, o maestro Gruber tocou a nova melodia, acompanhado pela voz do padre.
O técnico em consertos de órgão era também um excelente musicista e bem depressa aprendeu letra e música da nova canção.
Consertando órgãos por todos os povoados do Tirol, como gostasse de cantar, foi divulgando a nova Canção de Natal. Não sabia quem a tinha composto pois nem o padre Mohr, nem o maestro Gruber lhe tinham dito que eram os autores.
Entre muitos que aprenderam a Canção, quatro crianças, os irmãos Strasser passaram a cantá-la.
O diretor de música do Reino da Saxônia, em ouvindo-lhes as vozes claras e afinadas, se interessou por eles e os levou a se apresentarem, num concerto.
A fama dos pequenos cantores se espalhou por toda a Europa e a Canção apaixonava os corações.
Mas ninguém sabia dizer quem era o autor.
Foi um maestro de nome Ambrose quem conseguiu chegar até Franz Gruber.
Haviam se passado mais de trinta anos. E a história do surgimento da Canção de Natal foi escrita em 30 de dezembro de 1854.
Não são conhecidas outras músicas de Franz Gruber. A Noite de paz parece ter sido sua única produção.
Não será possível crer que as vozes do céu, que se fizeram ouvir na abençoada noite do nascimento de Jesus, tivessem inspirado os versos e a primorosa melodia para que nós, os homens, pudéssemos cantar com os mensageiros celestes, dizendo da nossa alegria com a comemoração, a cada ano, do aniversário do nosso Mestre e Senhor?

Redação do Momento Espírita, com dados colhidos no livro Remotos
 cânticos de Belém, de Wallace Leal Rodrigues, ed. O clarim.
Disponível no CD Momento Espírita Especial de Natal, v. 15, ed. Fep.
Em 24.12.2009.

Jesus Salvador - Roberto Carlos

Fabio Jr cantando para JESUS CRISTO, lindisimo louvor

Fábio Júnior - Jesus (Música Espírita)

ROBERTO CARLOS & FÁBIO Jr. - HOMENAGEM A CHICO XAVIER 100 ANOS - PÁSCOA ...

domingo, 28 de novembro de 2010

Infanto-juvenil (Dez Dicas)

Dez Dicas

(...)
1) A primeira é uma daquelas que chegou ao mundo por Moisés - respeitar pais e mães; quem não puder seguir as modas dos bigs amizades que na Terra nos puseram pra jambrar, deve agradecer a eles com atenção todo o bem que nos faze;
2) A segunda é agüentar as pontas e manter a garra no estudo e no trabalho, pra que ninguém fique encucando em bofunda de papai;
3) A terceira é não caçar bocas para não perder tempo, nem caminho;
4) A quarta é escolher com quem andam pra saber onde vão chegar;
5) A quinta é deixar a carranca pra quem gosta de fechar o pesqueiro e esperar pelo miserê;
6) A sexta é fugir de brisas e ervas mágicas pra não entregarem a rapadura, diante da vida;
7) A sétima é não engrupir a ninguém e não se biritar para que não se envolvam em piaba e canória;
8) A oitava é reconhecer que revirar o sexo sem compromisso é brincar com fogo, buscando, às vezes, loucura e doenças, confa e balanço;
9) A nona é auxiliar aos outros em tudo o que a gente consiga fazer o bem;
10) A décima é confiar em Deus e saber que somos vistos pela Divina Providência, mesmo onde os tais imaginem estar sós.
Quanto ao mais, procurem não perder a disciplina com as pedreiras da vida, porquanto guanhar pedal nas praças do mundo não é maré mansa.
Acertem os relógios com o Amigão Jesus Cristo, bola pra frente que já falei.

Xavier, Francisco Cândido. Da obra: Falou e Disse. Ditado pelo Espírito Augusto Cezar Netto. GEEM.

* * * Estude Kardec * * *

sábado, 27 de novembro de 2010

ESPIRITISMO - ANA MARIA BRAGA - MAIS VOCE - CELSO ALMEIDA - PSICOGRAFIA ...

FEB - Biblioteca

http://www.febnet.org.br/site/biblioteca/ver.php?id=5011&palavra=&ano=&tipo=titulo

BIBLIOTECA

Hoje em Sorocaba: Heloísa Pires e Alamar Régis de Carvalho

Hoje em Sorocaba: Heloísa Pires e Alamar Régis de Carvalho

Acontece hoje em Sorocaba/SP o Seminário Ação Oculta

Presença de Heloísa Pires e Alamar Régis de Carvalho

Assista ao Vivo pela Internet!

Para você que não mora em Sorocaba, assista todo o evento ao vivo através da internet.
Acesse: www.batuiranet.com.br

Entrada Gratuita!

A entrada é gratuita, mas é importante lembrar que os lugares são limitados ao espaço físico de nossa instituição (180 lugares).
Embora a entrada seja franca, solicitamos à quem possa nos ajudar com 1k. de alimento não perecível que será revertido para a criação de cestas básicas elaboradas pela assistencia social de nossa casa.

Localização

O Centro Espírita Batuíra localiza-se à rua Estácio de Sá, 193 - Árvore Grande, Sorocaba/SP
Se você deseja saber de mais informações, ligue pra gente:
(15) 3227.7382 - com André ou Edna
(15) 3227.4631 - com Marcos ou Mônica

BLOG OLÍVIA ESPÍRITA: Esperança - Renato Prieto.wmv

BLOG OLÍVIA ESPÍRITA: Esperança - Renato Prieto.wmv

Ora - Renato Prieto .wmv

Esperança - Renato Prieto.wmv

Oração da Noite Renato Prieto

Bezerra de Menezes 0001

Pai Nosso - Narração de Renato Prieto

Se pensas ser vencido - Renato Prieto

sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Imagens de Jesus Cristo

PRECISAMOS COLOCAR EM PRATICA, EM NÓS MESMOS

Falemos hoje da necessidade do conhecer
a si mesmo.
E dos bons espíritas.
Da necessidade de auto iluminação.

Irmãos e Irmãs.

Sois espíritas?
Sois cristãos?

Praticais os seus ensinamentos?

Porém, você se converteu ao espiritismo?
Porém, você se converteu ao cristianismo?

Todos podem escolher em que instituição

religiosa,
espiritualista,
espirita,
queiram se matricular.

Porém, os ensinamentos do

Governador Planetário
é para todos, o mesmo.
O evangelho
redentor.

Saibamos escolher o que é melhor

para a nossa condição evolutiva.

Espíritas que somos, estagiamos

em milhares de encarnações,
em milhares de corpos físicos.

Roteiro necessário para a nossa

transformação moral,
nossa reforma intima.

Para que, mais esclarecidos,

possamos nos conhecer,
como diz os emissários
superiores da espiritualidade:
conhecer a si mesmo.

E para isso, os ensinamentos cristicos

estão ai,
para todos,
para apreenderem
esse roteiro de libertação.

E para isso, os ensinamentos da doutrina

dos espíritos,
em seus livros básicos,
estão aí.
Para todos apreenderem,
esse roteiro de libertação.

Sim, procuremos estudar,

apreender,
aprender
os ensinamentos do evangelho de Jesus Cristo.

No entanto, não basta crer,

é preciso praticar.
No entanto, não basta crer,
é preciso se converter.

Conhece-se o cristão,

o espirita
pela sua conversão
aos postulados
em que acredita.

E para isso, precisamos colocar

em pratica,
em nós mesmos.
Muita Luz.

BLOG OLÍVIA ESPÍRITA: O PERU PREGADOR

BLOG OLÍVIA ESPÍRITA: O PERU PREGADOR: "O PERU PREGADOR Um belo peru, após conviver largo tempo na intimidade duma família que dispunha de vastos conheci..."

O PERU PREGADOR

O PERU PREGADOR

Um belo peru, após conviver largo tempo na intimidade duma família que dispunha de vastos conhecimentos evangélicos, aprendeu a transmitir os ensinamentos de Jesus, esperando-lhe também as divinas promessas. Tão versado ficou nas letras sagradas que passou a propagá-las entre as outras aves.

De quando em quando, era visto a falar em sua estranha linguagem “glá-glé-gli-gló-glu”. Não era, naturalmente, compreendido pelos homens. Mas os outros perus, as galinhas, os gansos e os marrecos, bem como os patos, entendiam-no perfeitamente.

Começava o comentário das lições do Evangelho e o terreiro enchia-se logo. Até os pintainhos se aquietavam sob as asas maternas, a fim de ouvi-lo.

O peru, muito confiante, assegurava que Jesus Cristo era o Salvador do Mundo, que viera alumiar o caminho de todos e que, por base de sua doutrina colocara o amor das criaturas umas para com as outras, garantindo a fórmula de verdadeira felicidade na Terra. Dizia que todos os seres, para viverem tranqüilos e contentes, deveriam perdoar aos inimigos, desculpar os transviados e socorrê-los.

As aves passaram a venerar o Evangelho; todavia, chegado o Natal do Mestre Divino, eis que alguns homens vieram aos lagos, galinheiros, currais e, depois de se referirem excessivamente ao amor que dedicavam a Jesus, laçaram frangos, patinhos e perus, matando-os ali mesmo, ante o assombro geral.

Houve muitos gritos e lamentações, mas os perseguidores, alegando a festa do Cristo, distribuíram pancadas e golpes à vontade.

Até mesmo a esposa do peru pregador foi também morta.

Quando o silêncio se fez no terreiro, ao cair da noite, havia em toda a parte enorme tristeza e irremediável angústia de coração.

As aves aflitas rodearam o doutrinador e crivaram-no de perguntas dolorosas.

Como louvar um Senhor que aceitava tantas manifestações de sangue na festa de natalício? Como explicar tanta maldade por parte dos homens que se declaravam cristãos e operavam tanta matança? Não cantavam eles hinos de homenagem ao Cristo? Não se afirmavam discípulos d´Ele? Precisavam, então, de tanta morte e tanta lágrima para reverenciarem o Senhor?

O pastor alado, muito contrafeito, prometeu responder no dia seguinte. Achava-se igualmente cansado e oprimido. Na manhã imediata, ante o Sol rutilante do Natal, esclareceu aos companheiros que a ordem de matar não vinha de Jesus, que preferira a morte ao madeiro a ter de justiçar, que deviam todos eles continuar, por isso mesmo, amando o Senhor e servindo-o, acrescentando que lhes cabia perdoar setenta vezes sete. Explicou por fim, que os homens degoladores estavam anunciados no versículo quinze do capítulo sete, do Apóstolo Mateus, que esclarece – “Acautelai-vos, porém, dos falsos profetas, que vêm até vós vestidos como ovelhas, mas interiormente são lobos devoradores”. Em seguida, o peru recitou o capítulo cinco do mesmo evangelista, comentando as bem-aventuranças prometidas pelo Divino Amigo aos que choram e padecem no mundo.

Verificou-se, então, imenso reconforto na comunidade atormentada e aflita, porque as aves se recordaram de que o próprio Senhor, para alcançar a Ressurreição Gloriosa, aceitara a morte de sacrifício igual à deles.



pelo Espírito Neio Lúcio - Do livro: Alvorada Cristã, Médium: Francisco Cândido Xavier.

NATAL É JESUS

“Há mais, muito mais, para o Natal do que luz de vela e alegria; É o espírito de doce amizade que brilha todo o ano. É consideração e bondade, é a esperança renascida novamente, para paz, para entendimento, e para benevolência dos homens.”

O Significado do Natal-Divaldo Franco

DIVALDO FRANCO - NATAL - PARTE 4

O Natal e Jesus - Parte 3

O Natal e Jesus - Parte 2

O Natal e Jesus - Parte 1

Estudo: Música Espírita

06- Apresentação Denis soares- Encontro com a música espírita - Itaperun...

06- Apresentação Denis soares- Encontro com a música espírita - Itaperun...

Salmo 23 em música espírita

Salmo 23 em música espírita

A LEI DO RETORNO

Lei de Retorno

"E os que fizeram o bem sairão para a
ressurreição da vida; e os que
fizeram o mal, para a ressurreição
da condenação." — Jesus.
(João, Capítulo 5, Versículo 29.)

Em raras passagens do Evangelho, a lei reencarnacionista permanece tão clara quanto aqui, em que o ensino do Mestre se reporta à ressurreição da condenação.
Como entenderiam estas palavras os teólogos interessados na existência de um inferno ardente e imperecível?
As criaturas dedicadas ao bem encontrarão a fonte da vida em se banhando nas águas da morte corporal. Suas realizações do porvir seguem na ascensão justa, em correspondência direta com o esforço perseverante que desenvolveram no rumo da espiritualidade santificadora, todavia, os que se comprazem no mal cancelam as próprias possibilidades de ressurreição na luz.
Cumpre-lhes a repetição do curso expiatório.
É a volta à lição ou ao remédio.
Não lhes surge diferente alternativa.
A lei de retorno, pois, está contida amplamente nessa síntese de Jesus.
Ressurreição é ressurgimento. E o sentido de renovação não se compadece com a teoria das penas eternas.
Nas sentenças sumárias e definitivas não há recurso salvador. Através da referência do Mestre, contudo, observamos que a Providência Divina é muito mais rica e magnânima que parece.
Haverá ressurreição para todos, apenas com a diferença de que os bons tê-la-ão em vida nova e os maus em nova condenação, decorrente da criação reprovável deles mesmos.

Xavier, Francisco Cândido. Da obra: Pão Nosso. Ditado pelo Espírito Emmanuel. Capítulo 127. Rio de Janeiro, RJ: FEB.

* * * Estude Kardec * * *

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Alguns Vídeos de Divaldo Franco

Acesse:

Divaldo Franco - Estudando a Depressão

Download divaldo franco encontro com jovens files from General-Search

 Vários Downloads
Download divaldo franco encontro com jovens files from General-Search

Programa Universo Espírita

Programa Universo Espírita

BLOG OLÍVIA ESPÍRITA: ORAÇÃO NO NATAL

BLOG OLÍVIA ESPÍRITA: ORAÇÃO NO NATAL: "ORAÇÃO NO NATAL (texto do Momento Espírita : momento.com.br) Jesus, que neste Natal..."

ORAÇÃO NO NATAL


ORAÇÃO NO NATAL

(texto do Momento Espírita : momento.com.br)

        Jesus, que neste Natal, Seu olhar de luz penetre nossa alma, como a brisa morna da primavera, e acorde a esperança adormecida sob as folhas secas das ilusões, dos medos, da indiferença, do desespero...

        Que Seu perfume, suave como a ternura, envolva todo o nosso ser, confortando-nos e despertando a alegria que jaz esquecida por trás das lamúrias e distrações do caminho...

        Que o bálsamo do Seu amor acalme as nossas dores, silencie as nossas queixas, socorra a nossa falta de fé.

        Que, neste Natal, o calor da Sua bondade se derrame sobre o nosso Espírito e derreta o gelo milenar do egoísmo que nos infelicita e faz infelizes nossos semelhantes...

        Que Seu coração generoso afine as cordas da harpa viva que vibra em nossa intimidade, e possamos cantar e dançar, até que o preconceito fuja, envergonhado, e não mais faça morada em nós...

        Que o Seu canto de paz seja ouvido por todos os povos, do Oriente e do Ocidente, e as guerras nunca mais sejam possíveis entre a raça humana...

        Que, neste Natal, Suas mãos invisíveis e firmes sustentem as nossas, e nos arranquem dos precipícios dos vícios, da ira, dos ódios que tanto nos infelicitam...

        Que a água cristalina da Sua misericórdia percorra nossa alma e remova o lodo do ciúme, da inveja, do desejo de vingança, e de tantos outros vermes que nos corroem e nos matam lentamente...

        Que o bisturi do Seu afeto extirpe a mágoa que se aloja em nosso íntimo e nos turva as vistas, impedindo-nos de ver as flores ao longo do caminho...

        Que, neste Natal, a pureza da Sua amizade faça com que possamos ver apenas as virtudes dos nossos amigos, e os abracemos sem receio, sem defesas, sem prevenções...

        Que Seu canto de liberdade ecoe em nós, para que sejamos livres como as falenas que brincam na brisa morna, penetrada pela suavidade da luz solar...

        Que o sopro da Sua fé nos impulsione na direção das estrelas que cintilam no firmamento, onde não mais se ouvem gemidos de dor, e onde a felicidade plena já é realidade.

        Ensine-nos, Jesus, a amar, a fazer desabrochar em nossa alma esse sol interior que nos fará luz por inteiro...

        Ajude-nos a desenvolver o gosto pelo conhecimento, para que possamos encontrar a verdade que nos libertará da ignorância pertinaz...

        E, por fim, Jesus, que neste Natal cada ser humano possa sentir a Sua presença sábia e amiga, convidando a todos a uma vida mais feliz...

        Tão feliz que Sua mensagem não mais seja um tímido eco repercutindo em almas vacilantes, mas que seja uma grande melodia que vibra o amor em todos os cantos da Terra...

 Redação do Momento Espírita.
Em 19.09.2008.
http://www.momento.com.br/exibe_texto.php?id=1434

O Significado do Natal

O SIGNIFICADO DO NATAL
(texto do Momento Espírita impresso do site: momento.com.br)


Ei, você, aonde vai com tanta pressa?
Eu sei que você tem pouco tempo...
Mas, será que poderia me dar uns minutos da sua atenção?
Percebo que há muita gente nas ruas, correndo como você.
Para onde vão todos?
Os shoppings estão lotados...
Crianças são arrastadas por pais apressados, em meio ao torvelinho...
Há uma correria generalizada...
Alimentos e bebidas são armazenados...
E os presentes, então? São tantos a providenciar...
Entendo que você tenha pouco tempo.
Mas, qual é o motivo dessa correria?
Percebo, também, luzes enfeitando vitrines, ruas, casas, árvores...
Mas, confesso que vejo pouco brilho nos olhares...
Poucos sorrisos afáveis, pouca paciência para uma conversa fraternal...
É bonito ver luzes, cores, fartura...
Mas seria tão belo ver sorrisos francos...
Apertos de mãos demorados...
Abraços de ternura...
Mais gratidão...
Mais carinho...
Mais compaixão...
Talvez você nunca tenha notado que há pessoas que oferecem presentes por mero interesse...
Que há abraços frios e calculistas...
Que familiares se odeiam, sem a mínima disposição para a reconciliação.
Mas, porque você me emprestou uns minutos do seu precioso tempo, gostaria de lhe perguntar novamente: Para que tanta correria?
Em meio à agitação, sentado no meio-fio, um mendigo, ébrio, grita bem alto: Viva Jesus. Feliz Natal!
E os sóbrios comentam: É louco!
E a cidade se prepara... Será Natal.
Mas, para você que ainda tem tempo de meditar sobre o verdadeiro significado do Natal, ouso dizer:
O Natal não é apenas uma data festiva, é um modo de viver.
O Natal é a expressão da caridade...
E quem vive sem caridade desconhece o encanto do mar que incessantemente acaricia a praia, num vai-e-vem constante...
Natal é fraternidade...
E a vida sem fraternidade é como um rio sem leito, uma noite sem luar, uma criança sem sorriso, uma estrela sem luz.
Mas o Natal também é união...
E a vida sem união é como um barco furado, um pássaro de asas quebradas, um navegante perdido no oceano sem fim.
E, finalmente, o Natal é pura expressão de amor...
E a vida sem amor é desabilitada para a paz, porque em sua intimidade não sopra a brisa suave do amanhecer, nem se percebe o cenário multicolorido do crepúsculo.
Viver sem a paz é como navegar sem bússola em noite escura... É desconhecer os caminhos que enaltecem a alma e dão sentido à vida.
Enfim, a vida sem amor... Bem, a vida sem amor é mera ilusão.
*   *   *
Que este Natal seja, para você, mais que festas e troca de presentes...
Que possa ser um marco definitivo no seu modo de viver, conforme o modelo trazido pelo notável Mestre, cuja passagem na Terra deu origem ao Natal...
Redação do Momento Espírita.
Disponível no CD Momento Espírita, v. 10, ed. Fep.
Em 01.06.2009.

BLOG OLÍVIA ESPÍRITA: As cartas psicografadas por Chico Xavier - trailer...

BLOG OLÍVIA ESPÍRITA: As cartas psicografadas por Chico Xavier - trailer...: "

no"

As cartas psicografadas por Chico Xavier - trailer oficial ( novo filme espírita)

SER ESPÍRITA

Nas bancas a revista SER Espirita no. 10

Reserve na sua banca preferida.

Curso Superior de Teologia Espírita da Faculdade Doutor Leocádio José Correia (FALEC)

Curso Superior de Teologia Espírita da Faculdade Doutor Leocádio José Correia (FALEC)
O Brasil tem a grande honra de ganhar o primeiro Curso Superior de Teologia Espírita, uma grande evolução na proposta do estudo da doutrina espírita.
Abaixo segue texto do próprio site da Faculdade, para maiores informações acessem: http://www.falec.br 
Proposta
Quem sou? De onde vim? Para onde vou? Por que estou aqui? Esses questionamentos fazem parte do cotidiano do ser humano, e o curso de Teologia Espírita da FALEC traz instrumentos e instruções para que seus alunos possam seguir na construção das suas respostas. Essas questões e, consequentemente, seus desdobramentos, ganham cada vez mais importância, em uma época marcada por diversos conflitos e desafios, e que mostra cada vez mais o papel determinante do Homem na Terra. O curso de Teologia Espírita abre novas paisagens no horizonte do conhecimento, iluminando o “Ser” em sua trajetória evolutiva.
Assim, a proposta do Curso de Bacharelado em Teologia Espírita é a de possibilitar o estudo sistemático, acadêmico, da Doutrina dos Espíritos, dando seqüência ao esforço de quase 50 anos da Sociedade Brasileira de Estudos Espíritas - SBEE no sentido de reconceituar o Espiritismo no Brasil.

http://www.papoespirita.com.br/papoespirita/index.php?option=com_content&view=article&id=59:curso-superior-de-teologia-espirita&catid=1:latest-news 

Vídeos aulas no seguinte endereço: http://www.antropologiaespirita.blogspot.com/                                 
            

BLOG OLÍVIA ESPÍRITA: A Reencarnação Através dos Tempos (1:52:35)

BLOG OLÍVIA ESPÍRITA: A Reencarnação Através dos Tempos (1:52:35)

A Reencarnação Através dos Tempos (1:52:35)

FEB e REMA no Bazar de Natal

Pela primeira vez, a Federação Espírita Brasileira participa do tradicional Bazar de Fim de ano do REMA (Centro Espírita Recanto de Maria). Em sua 34ª edição, o Bazar de arte natalina e produtos em geral, ocorrerá no Centro de Convenções de Brasília, de 2 a 5 de dezembro e a FEB estará presente em trabalho conjunto com o REMA, com produtos do centenário Chico Xavier, livros e CDs. Informações: www.rema.org.br

http://www.febnet.org.br/site/noticias.php?CodNoticia=566

quarta-feira, 24 de novembro de 2010

EM TUDO

EM TUDO


Em tudo o aprendiz do Evangelho encontra ensejo de empregar a orientação da fraternidade pura:

- Escolhendo métodos para estudo.

- Mantendo persistência no serviço em favor do próximo.

- Elegendo a serenidade por norma de cada dia.

- Burilando ideais sadios na ação de interesses gerais.

- Aplicando teoria e prática do bem nas tarefas mais simples.

- Anotando por si mesmo a verificação das próprias deficiências.

- Exprimindo gratidão operante.

- Sustentando intenções nobres constantemente.

- Defendendo a valorização efetiva das qualidades respeitáveis

dos companheiros que o cercam.

- Apresentando a doação espontânea de concurso pessoal a

benefício dos outros.

Portanto, jamais percamos a visão central da meta superior a que nos dirigimos.

Com Jesus, estamos empenhados em trabalho ideal de equipe, no esforço máximo de construtividade pela eficiência da alma no culto do amor vivo, e pela criação da felicidade para todas as criaturas.



pelo Espírito André Luiz - Do livro: Estude e Viva, Médiuns: Francisco Cândid Xavier e Waldo Vieira.

Neste Sábado: Heloísa Pires e Alamar Régis em Sorocaba

Neste Sábado: Heloísa Pires e Alamar Régis em Sorocaba

Queridos amigos do movimento espírita de Sorocaba e região, esta é a última chamada para o Seminário "Ação Oculta" que ocorrerá no Centro Espírita Batuíra de Sorocaba/SP no próximo sábado, dia 27 de Novembro de 2010 a partir das 14:00h

Presença de Heloísa Pires e Alamar Régis de Carvalho

Heloísa Pires

Heloísa Pires é filha de Herculano Pires que foi um dos tradutores das obras básicas do Espiritismo e citado por Chico Xavier como "a régua que mede o Espiritismo milemetricamente".
Heloísa Pires é licenciada em Matemática, Física e Pedagogia com especializações em deficientes físicos e visuais. Heloísa é mundialmente conhecida como oradora e conferencista tendo realizado palestras em diversos Países da Europa e Estados Unidos. Heloísa é também apresentadora do programa “O Espírito e o Tempo”, na Rádio Boa Nova.

Alamar Régis de Carvalho

Alamar Régis é um dos maiores divulgadores do Espiritismo de nossa atualidade, e vem realizando um importante trabalho através de programas de TV apresentados por ele mesmo em canais fechados. Ja esteve este ano em nossa casa e retorna novamente para nos dar o prazer de ouvi-lo.
Alamar costuma dizer o seguinte: “Podem me chamar de tudo, menos de hipócrita, de maria-vai-com as outras, falso, fingido e mascarado, porque quem chamar estará num processo terrível de inversão de valores, haja visto que eu mostro, a todo instante, pelas minhas atitudes, pelo meu comportamento, pelas coisas até consideradas malucas que faço, que sou absolutamente o oposto dessas coisas”.

Entrada Gratuita!

A entrada é gratuita, mas é importante lembrar que os lugares são limitados ao espaço físico de nossa instituição (180 lugares). Se você deseja participar é bom estar atento pois os convites podem se esgotar.
Embora a entrada seja franca, solicitamos à quem possa nos ajudar com 1k. de alimento não perecível que será revertido para a criação de cestas básicas elaboradas pela assistencia social de nossa casa.

Localização

O Centro Espírita Batuíra localiza-se à rua Estácio de Sá, 193 - Árvore Grande, Sorocaba/SP
Se você deseja saber de mais informações, ligue pra gente:
(15) 3227.7382 - com André ou Edna
(15) 3227.4631 - com Marcos ou Mônica

Música - Festejando o Natal

 Acesse o link:

http://www.divulgacaoespirita.com.br/index.php/todos-assuntos-espiritas/musica-festejando-o-natal/

Venha participar do nosso Bazar de Natal

O Bazar de Natal acontecerá nos dias 04 e 05 de dezembro, das 09h às 18 hs, e também no dia 06 de dezembro, das 17h às 22hs.
O mesmo terá patrocínio do programa “Mulheres”, da Tv Gazeta, apresentado pela Catia Fonseca, onde doações estão sendo pedidas por ela.
Maiores informações pelo fone: (11) 2020-8888
http://www.centroacaminhodaluz.com.br/blog/index.php/2010/11/22/venha-participar-do-nosso-bazar-de-natal/

terça-feira, 23 de novembro de 2010

História de uma Vida

História de uma Vida

Tudo começou quando um dia, em minha mãe, num local bem protegido chamado trompa, dois elementos se encontraram: um de minha mãe, o óvulo, e outro de meu pai, o espermatozóide. Como dois apaixonados se aproximaram e se abraçaram tornando-se uma pequenina gota d’agua.
Esse foi o dia mais feliz de minha existência. Recomeçava para mim a oportunidade do retorno à carne, depois de passar um largo tempo no mundo espiritual.
Deram-me o nome de ovo. Eu era muito pequenino, muito menor do que um grão de areia. Iniciei então, uma longa viagem. Empurrado para diante por algo semelhante a cílios, que desenvolviam movimentos delicados como os do mar quando beija docemente a praia, indo e vindo, cheguei enfim a um lugar chamado útero.
Era um lugar macio, quentinho e logo notei não correr perigo. Sem muito esperar, fui me aninhando, agarrando-me firmemente em uma das paredes. Já contava com três dias de vida.
Aos poucos fui me cobrindo com uma membrana daquela mesma parede. Aos nove dias de vida, minha forma era a de um disco e tinha meio milímetro de diâmetro. Fui crescendo e aos doze dias de vida já tinha o dobro do tamanho: um milímetro.
Recebi o nome de embrião. Comodamente instalado, fui formando uma almofada que se chamava placenta, para que melhor me pudesse alimentar, retirando do organismo de minha mãe tudo o que precisava.
Já estava com quase um mês. A expectativa de minha existência era muito grande. A ansiedade de minha mãe se transformou em pura alegria quando os testes deram “positivo”. Agora era meu pai a querer saber se eu seria menino ou menina, louro ou morena, de olhos castanhos ou azuis.
Quando ele perguntou: como será ele? Fui logo respondendo: tenho forma da letra c, e pareço com um cavalo-marinho. Tenho um centímetro de tamanho.
Não sei se me ouviram mas o que sei é que redobraram cuidados e recomendações.
Aos dois meses, meu corpinho estava mais reto, minha boca mais formada, meu nariz começava a aparecer, meus olhos estavam mais desenvolvidos. Meu tamanho? Quatro centímetros. Meu peso? Cinco gramas.
Aos três meses já tinha forma de gente... E o tempo foi passando.
Emoção mesmo foi no dia em que mamãe pôde ouvir o meu coraçãozinho bater. Sentia como se fosse uma mensagem para ela. E era mesmo. Era meu agradecimento por tudo o que ela fazia e pensava por mim.
Ela esperava, papai aguardava e eu também. Como seria o nosso reencontro?
Seis, sete, nove meses. O médico marcou o dia de minha chegada. O meu enxovalzinho estava pronto e meu bercinho me aguardando. Última semana de espera.
Hoje me apresentei para toda a família. Que alegria! Meu primeiro dia de vida, nos braços de minha mãe.
*
Os filhos que nos chegam pelas vias da reencarnação são, quase sempre, espíritos amigos com os quais já vivemos em outras eras.
Chegam-nos, batendo à porta do coração, a solicitar entrada e quando lhes permitimos o ingresso no seio da família, se enchem de felicidade.
Podem ser comparados a aves pequenas que retornam ao ninho, após exaustivas andanças por outras terras, à procura de carinho, ternura e abrigo.
Fiquemos atentos e jamais fechemos as portas do nosso amor a esses pássaros implumes que nos buscam desejando oportunidade para retornar à vida física.

Texto do CD Momento Espírita vol 3 - baseado em Apostila do grupo de gestantes da USE.

* * * Estude Kardec * * *

DÉCIMAS PARA O AMOR

DÉCIMAS PARA O AMOR


Brigue de sombra, sorrateiro, passa,
Amar não é expandir-se
Em termos de exaltação,
Sete cores nas palavras,
Coroando a louvação!
Não é a ardente promessa
Que quase sempre professa
Do sentimento o valor!
Não é nos lábios a jura
Que com certeza assegura
A eternidade do Amor!

Não é o vínculo frágil
Da intempestiva paixão,
Que à maneira como surge
Se desfaz no coração!
Como o sopro da tormenta
Que deixa marca violenta,
Para depressa partir!
Que tem o sentido breve,
Dura o tempo do interesse,
Pois antes que aparecesse
Já começa a ruir!

Não! Não! O Amor verdadeiro
A mais alto nos conduz,
Por estradas de renúncias
Alcatifadas de luz!

É árvore generosa
Na gleba do coração!
Na benção da Caridade,
Só dá frutos da Bondade,
Só dá flores do Perdão!



pelo Espírito Rogaciano Leite - Do livro: Mais Amor, Médium: Francisco Cândid Xavier.

Atividades sôbre o Natal

acesse o link:
http://doutrinadeluz.blogspot.com/2010/11/atividades-sobre-natal.html

NATAL

NATAL

O Natal é a revelação crítica do Evangelho de Cristo que é a encarnação na consciência humana da dedicação, a evolução, o conhecimento para a vida.
O Evangelista, aquele que entendeu a mensagem de Cristo, apresenta fibra, coragem, honestidade, inteligência, sentimento de justiça, paciência, consideração pelo próximo, caridade, amor, fraternidade, renúncia à vaidade, ao orgulho, à inveja, portanto, pleno exercício de fé em Deus e integral amor ao próximo.
Quando alcançamos as lides do Evangelho de Jesus Cristo, fazemos prontidão para a vida, a diversidade, o pluralismo sem perder o equilíbrio.
O espírita faz devotamento ao bem, está sempre buscando a verdade, procurando viver a fortaleza do espírito, a capacidade de resistir aos revezes, fazendo esforços para se elevar acima de todas as derrotas, criando, integrando-se na permanente luta pela justiça e pelo bem.
O Evangelho de Cristo nos ensina a extrair conhecimentos, lições de todas as experiências que vivemos, procurando acertar sempre.
A Casa Espírita faz o Evangelho redivivo, ensina a todos a pensar, a procurar a verdade, a ser a dinâmica da justiça, do bem, da fraternidade, da evolução.
O Evangelho Segundo o Espiritismo é a base moral da renovação, do conhecimento, da sabedoria, da moral e da espiritualização do homem.
Viver o Evangelho cristão significa exercitar a humildade, o trabalho, a disciplina pessoal, a caridade, o perdão, a certeza da imortalidade e da eternidade.
A educação do Evangelho é saber recomeçar, a cada segundo da consciência, da existência, não esquecendo nunca que a sabedoria da felicidade está no amor ao próximo.
O Natal é a sublimidade evanescente da vida.
Felicidade, luz, paz.
O abraço afetuoso de

Leocádio José Correia
Mensagem psicografada pelo médium Maury Rodrigues da Cruz na Sociedade Brasileira de Estudos Espíritas – Curitiba -PR
Curitiba, dezembro de 2010


http://www.sbee.org.br/index.php?option=com_content&view=article&id=13%3Anatal&catid=28%3Apaginal-inicial&lang=

domingo, 21 de novembro de 2010

Chico Xavier - Mensagem de Natal - Rosas.

Musicas de Natal "Noite Feliz".wmv

Natal todo dia-Roupa Nova(legendado)

GEIMAEL - Grupo Espírita Irmão Ismael (Canoas/RS)

NATAL DAS CRIANÇAS

Vem aí a festa de Natal das Crianças, tradicionalmente realizada pelo Grupo Ismael.
Como de praxe, seguem as instruções para que as crianças participem da festa:
- Inscrições até dia 10/12/2010, no Dept° de Assistência Social do Grupo Ismael, de 2ª a 6ª feira, das 14h às 18h
- Crianças até 10 anos
- Obrigatória a apresentação da carteira de vacinação.

A festa será dia 18/12, na sede do Grupo Ismael, a partir de 18h.

Divaldo Franco - Ninguém Morre(1:07:38)

Raul Teixeira e a Educação Espírita(1:52:52)

Ana Maria Braga - Programa Mais Você - Psicografia - Divaldo Franco(42:39)

Raul Teixeira - A Dualidade Moral Humana (1:07:17)

Médium Celso Fala Sobre Psicografia com Ana Maria Braga(0:44:22)

Valorização da Vida - Divaldo Franco (0:16:24)

Divaldo Franco - Evangelho e Vida - O Poder da Oração (1:02:47)

Divaldo Pereira Franco - Diretrizes Para Uma Vida Feliz (1:56:59)

A Ciência Perante o Espiritismo - Divaldo Franco (1:08:44)

Reencarnação e Vida (1:07:33)

A Reencarnação através dos tempos - Divaldo Franco (1:52:35)

Cura e Auto-Cura - Divaldo Franco (2:44:07)

Justiça da Reencarnação - Raul Teixeira (1:41:15)

O Semeador de Luz - Divaldo Franco - Responde (56:02)

Divaldo Franco - Seminario Espiritismo e Psicologia parte 01(1:17:58)

Mediuns e Mediunidade - Divaldo Franco (1:27:46)

Mente e Espírito Límites e Possibilidades - Divaldo Franco (1:11:01)

PARA QUE POSSAMOS COLHER LUZ EM NOSSO FUTURO ESPIRITUAL



Falamos a ti.

Falamos a todos.

O bom uso da fortuna.

Fortuna material.
fortuna espiritual.

Exemplos para a colheita está nos livros básicos

da doutrina dos espíritos.
Exemplos estão no Livro o Céu e o Inferno ou
a Justiça Divina segundo o Espiritismo.
Leiamos esses livros de luz.

Luz para o futuro espiritual.

O abandono da leitura e pratica
do evangelho de Jesus Cristo
gera as consequencias
que o mundo passa.

Porém, tudo tem começo meio e fim.

O espírito encarna e desencarna.
Na encarnação a tarefa.
Na desencarnação, a colheita.

A escolha depende de cada um.


No uso de todos os dons

dados por Deus está a resposta.

Que os ensinamentos cristicos

seja o roteiro de uso desses dons.

Para que possamos colher luz

em nosso futuro espiritual.
Muita Luz.

sábado, 20 de novembro de 2010

Baixar arquivos de Divaldo Franco, do AccurateFiles.com

Baixar arquivos de Divaldo Franco, do AccurateFiles.com

MENSAGEM DE NATAL – ANIVERSARIANTE

Mensagem Espirita


Que brilhe o ideal espirita em todos aqueles que comungam a mensagem crística.
Vamos exemplificar o ideal espirita?

E como fazer isso?

Jesus Cristo deu-nos um roteiro:


amar ao próximo
como a si mesmo.
Jesus Cristo enviou-nos a doutrina dos espíritos.
Que em sua pureza nos diz:

fora da caridade
não há salvação.

É difícil aplicar o ideal espirita em nós?
É difícil aplicar o ideal espirita em torno de nós?

Fraternos espíritos terrestres.

Olhai para essa época em que passa o mundo ocidental e cristão.

Aproxima-se o período de comemoração do dia de aniversário
do nascimento de Jesus Cristo,
o espirito puro por excelência.

E o que vemos?

Compras.
Compras.
Compras.

Eu quero isso.
Eu quero aquilo.
Eu quero mais isso.

E vemos pessoas, populações se endividarem
para comprar bens materiais
mais do que o suficiente.

E vemos essa população se endividar
para ter mais do que o supérfluo.

E vemos o futuro dessas populações
pelo não cumprimento de obrigações assumidas
e suas consequências.

Porém, o aniversario de Jesus Cristo deve ser comemorado dessa forma?
Porém, o natal do cristão só serve para isso?

O natal é comemorado e se renega o aniversariante?
O natal é comemorado e se esquece do aniversariante?
O natal é comemorado e a mensagem do aniversariante não está
na pauta do dia dos convidados?


Vamos aplicar o ideal cristão em nós.

Vamos aplicar o ideal espirita em nós.
Vamos convidar o aniversariante para entrar em nosso lar?
Vamos convidar o aniversariante para que caminhe conosco?
Vamos convidar o aniversariante para que seja o nosso norte magnético?


Pois, como se pode comemorar o aniversario
esquecendo-se do aniversariante?

Qual é a consequência desse ato?
É uma infantilidade.

Irmãos cristãos e espiritas.

Abramos os nossos pensamentos para a mensagem do aniversariante
do mês de dezembro.

Disse Jesus Cristo:
eu sou o caminho, a verdade e a vida.

Porém, por que nega-lo precisamente no mês
em que ele faz aniversário?

Voce é cristão?
Voce é espirita?

Aceitar ou não a mensagem do aniversariante
do mês de dezembro
é um questão de ação espiritual.

Opção sim.
Opção não.

A escolha é sua.

Muita Luz e Paz.

Contato

Fique à vontade para escrever mensagens, opinando e criticando. Tudo com muito critério, responsabilidade e respeito. Para entrar em contato, basta fazer seu comentário no campo "Mural de Recados"

Cadastre seu e-mail para receber nossas postagens

Mural de Recados

Nome

E-mail *

Mensagem *

Total de visualizações de página

Google Apps for Work

Page-level ads

Google+ Followers